Cultura e Turismo

A CASA Inaugurada em 16 de outubro de 1.997. Criada para realizar um trabalho de fomentação de uma política cultural democratizada aos artistas e ao público, dando características próprias a indivíduos de todas etnias, tornado-os representantes da inclusão sócio-cultural, dignamente um direito adquirido. Com ações diretas e eficazes, trabalha-se o indivíduo partindo do seu interesse artístico que quando em contato com as artes, mergulha em novos conceitos e novos escrúpulos. Com recursos próprios na maioria das vezes ou com algumas parcerias, a atual administração vem desenvolvendo cursos e workshops para crianças e adultos, promovendo eventos culturais e educativos. Promove interferências artísticas em eventos já tradicionais, tornando uma simples manifestação popular em atrativo de impacto visual estético e educativo. O PRÉDIO O prédio onde esta instalada a Casa da Cultura, um sobrado da época do café, foi adquirido no ano de 2.001 pelo atual Prefeito Jackson Plaza e cedido para que se torne um Centro Cultural da cidade. O sobrado teve o inicio de sua obra na primeira década do século 20, tendo como proprietário a família Said Aidar, também proprietários da "Casa Bancária Said Aidar". Construída com requintes em detalhes inspirados na arquitetura européia, e de precioso acabamento. Durante a crise do café o sobrado foi vendido para outra família de banqueiros em ascensão na cidade, o "Banco Antonio de Queiroz", que investiu no acabamento e na ampliação do sobrado e nos jardins que envolvem a casa. Algumas curiosidades que a torna mais interessante, é o acabamento artístico que o proprietário fazia questão de investir, como por exemplo, as pinturas de todos os cômodos da casa, o sistema de calhas de cobre, os vitrais artísticos da sala principal, os lustres que o próprio proprietário fazia questão de escolher em suas viagens a Europa, alguns móveis que ainda estão na casa, etc. O prédio sofreu duas reformas de maior importância desde então. Na década de 60 e 80, quando feitas à parte elétricas e a intervenção nas pinturas artísticas do pavimento superior e parte do inferior. De um modo geral a conservação da casa é boa quanto à arquitetura, mas quanto ao acabamento esta em situação delicada por motivo de algumas infiltrações ocorridas no local. Fotos da Casa da Cultura